Gôndolas Maringá
O Nosso Negócio é Montar o Seu!

Quanto vale seu cliente?

31.03.2017 21:46 By everson.lucavei

Olá amigo, vamos falar sobre marketing?
O assunto que quero compartilhar com todos é muito importante para qualquer empresa que queira crescer e se relacionar com seus clientes. É sobre o termo em inglês: Livetime value of the cost? Qual o valor do seu cliente? Pare e pense, quanto vale cada cliente? Bem, vamos explanar sobre o tema: a energia, o tempo e o investimento despendido para finalizar a primeira venda é grande, mas, posteriormente, ela tende a diminuir, os seus gastos tendem a diminuir conforme a venda se repete, e claro, o seu lucro aumentar, então se um cliente não vale apenas x, que é o retorno imediato na primeira venda, você pode reinvestir uma proporção maior na captação de novos cliente, seja qual for a estratégia que você utiliza dentro da sua empresa. Ex: Para captar clientes você tem investimentos em propaganda, tempo, negociação, até finalizar a venda, mas, se tudo ocorrer como esperado, a venda tende a se repetir e repetir, e é aí que entra a grande sacada, pense comigo, quanto vale esse mesmo cliente para você durante 6 meses? Ou 1 ano? Ou 10 anos? 

Qual o lucro que ele pode te trazer neste período? E qual o valor que você pode reinvestir na captação de novos clientes, imagine uma bola de neve descendo a montanha, o que acontece? Tende a crescer, certo? Acho que agora você deve estar começando a entender onde quero chegar, você tem uma margem melhor para trabalhar pensando desta forma, o grande problema da maioria dos empreendedores é o imediatismo, querer o máximo de lucro já na primeira venda, nunca tente arrancar até o último centavo do seu cliente na primeira venda, vou repetir, mesmo que você tenha certeza de poder trabalhar esta venda com uma lucratividade maior, NUNCA TENTE ARRANCAR ATÉ O ÚLTIMO CENTAVO DO SEU CLIENTE NA PRIMEIRA VENDA. Você não precisa necessariamente lucrar na primeira transação. 

O ato de vender é uma barganha de imposição, você tem o poder neste momento, e este poder vai até onde o cliente está disposto a pagar pelo seu produto, o valor máximo que ele acha justo ou vantajoso para ele, mas porque ser intransigente ou não abrir mão de uma margem que você tem certeza que pode trabalhar? Exigir demais do seu futuro cliente é fazer com que ele se desgaste e não tenha uma experiência positiva. Em todas as vendas, o produto principal que está em negociação é a experiência, pense nisso, venda o relacionamento, venda a satisfação, venda a parceria que acabou de se estabelecer com esta transação. Um cliente satisfeito sempre irá voltar, lucro é ótimo sim, e é por isto que estamos conversando, mas, manter um cliente é muito mais barato do que encontrar um novo, pois você terá todo aquele primeiro gasto novamente. Então, de novo, Livetime value of the cost?Quanto seu cliente vale por 1 ano, vamos aumentar esse valor agora, não pense neste cliente apenas fazendo a negociação habitual, vamos enxergar além, pense em marketing, publicidade, a famosa propaganda boca a boca. 

Que tal seu cliente trabalhando para você? Parece estranho, mas é exatamente o que acontece quando um cliente fiel te indica a um amigo, quando ele recomenda sua empresa, ou o seu serviço, ele interfere no processo de compra de um segundo cliente, sem nos aprofundar neste tema, o processo de compra funciona da seguinte forma: um cliente em potencial reconhece o seu produto/empresa e vai pesquisar, antes de finalizar a compra, ele irá buscar o máximo de informações, todos os prós e contras, mas se em algum momento ele foi influenciado, recebendo uma indicação de alguém que já teve a experiência positiva com sua empresa, ele simplesmente pula essa etapa do processo de compra, porque confia no na informação que ele recebeu, agora estamos no cenário ideal, cliente gera cliente, mas quero colocar uma outra dúvida na sua cabeça, entregar apenas o prometido é suficiente?Gostou do tema? Desta dica, comente, seus comentários financiam nossos artigos
Cuide dos Seus Clientes